Top 5 - Filmes #1

quinta-feira, 20 de julho de 2017
Voltei de vez, acho eu. Este mês tem sido caótico, ando a folgar uma vez por semana e com horários nada simpáticos, por isso, a única coisa em que consigo pensar quando tenho 5 minutos livres é na minha cama! Desculpem!
Passando ao post de hoje, vou-vos apresentar o meu top 5 de filmes mas, aviso-vos já que, sou a pior pessoa do mundo a fazer sinopses, seja do que for. A sério consigo pegar na cena mais interessante do mundo e torná-la tão secante que nem parece a mesma. 
Agora que vos avisei desta minha particularidade, vejam os trailers destes filmes, a sério, eles são mega interessantes!

5 – Silêncio dos Inocentes  Porque o Hannibal Lecter é só a melhor personagem de todas. Adoro a inteligência, as boas maneiras, a delicadeza e, no entanto, o canibalismo daquela personagem. Sem contar que, tenho um crush gigante pelo talento do Anthony Hopkins (não pelo senhor que já tem idade para ser meu avô). Este senhor transpira classe, charme, inteligência, (e é na vida real uma pessoa bastante culta, basta ver a ópera que ele compôs que é maravilhosa). Acho que a personagem está tão mas tão bem construída que, todos nós, no fundo, não conseguimos odiar aquela pessoa. E quem viu o segundo filme, aposto que, desde aí, ganhou um respeitinho gigante aos porcos, são dos animais mais assustadores de sempre! 


4 – Requiem for a Dream –  o Darren Aronofsky é um realizador que tem poucos filmes no currículo mas são todos extraordinariamente bons! Temos os três primeiros que são os menos conhecidos: PI, Requiem for a Dream e a Fonte e depois os últimos três que são conhecidos mas, no entanto, sem se tornarem muito comerciais : o Wrestler, o Black Swan e o Noé.
O primeiro que vi foi o Requiem e, continua a ser o meu preferido destes todos, de forma a que o considero um dos meus favoritos de sempre. 
O Darren tem uma maneira ímpar de capturar imagens, tanto que a imagem de marca dele é a utilização da técnica hip hop montage*2 - uma subdivisão da fast cutting*1 (cadeira de comunicação audiovisual a ser útil, vá prof Bruno pode ficar orgulhoso x) ). E é essa maneira de capturar imagens e de fazer as suas transições que nos deixa pregadas ao ecrã, sem conseguir desviar o olhar e a querer absorver o máximo de informação possível. Claro que, se a isto juntarmos um Jared Leto em início de carreira mas, já a mostrar o talento que lhe valeu o óscar de melhor ator secundário em Dallas Buyers Club, torna-se um filme imperdível.
A premissa do filme não é, à primeira vista, nada de outro mundo, é um filme que retrata a adição às drogas e não só. Só que essa premissa torna-se espetacular pela maneira como o filme é realizado e interpretado. Mostrando que, qualquer coisa pode tornar-se em maravilhosa quando há talento.

3 – Closer –   O filme que tem o final que não queremos que aconteça, tem o final real e não o final Hollywoodesco. Um filme que mostra, muito bem as fraquezas e os defeitos do ser humano e, como estes podem ser mais fortes do que qualquer outra coisa. É um filme em que choro sempre, por mais vezes que o tenha visto. 
Aqui, ao contrário dos outros filmes onde há sempre um ou mais atores extraordinários ou um realizador brutal, não encontro nada disso. Os atores são bons, todos conhecidos, mas não os considero o supra-sumo da cena e o realizador pouco ou nada me diz. Neste caso, a história é que é, realmente, muito muito boa! 

2 – Fight Club – Sinceramente não sei se o fight club é o meu segundo filme preferido se é o primeiro, acho que se invertesse a ordem com o que pus em primeiro, não me chateava nada. Sou fã assumida de Fincher, tanto como realizador como quando se aventura na fotografia. O talento deste homem é algo de extraordinário e que me deixa sempre de boca aberta.  Tem o dom de conseguir cativar-nos do princípio ao fim, como poucos conseguem, e tem uma maneira de ver e capturar imagens que é simplesmente abismal.
E este filme é a prova disso. Este filme é uma crítica constante à sociedade, ao consumismo desenfreado, ao querermos ser todos iguais a toda a gente, em vez de sermos nós próprios. E a ironia é que, Fincher pega no ator mais bonito de Hollywood – Brad Pitt, quando este está no auge da popularidade e da boa forma (se bem que 21 anos depois continua bonito!) para fazer um filme onde as indiretas e as mensagens subliminares cheias de críticas são uma constante.
Claro que, não nos podemos esquecer do elenco que foi escolhido a dedo: temos a dupla Brad Pitt + Edward Norton que é para lá do extraordinário e temos a minha adorada Helena Bonham Carter que faz um papelão como Marla Singer. Ah e como ter o jeitoso do Pitt não era suficiente, o Jared Leto também entra no filme! 
Mas, para mim, o melhor é o final! O final é só o final mais extraordinário de sempre! Se acharam o de Gone Girl uma cena brutal, esqueçam, este é O final! (e só por acaso são ambos do mesmo realizador :P)



1 – Se7en como já deu para perceber, tenho um crash pela dinâmica de Brad Pitt + David Fincher. Apesar de dizer, constantemente, que o Burton e o Depp são a minha dupla favorita e adorar todos os filmes, acho que o Brad Pitt fez os melhores filmes de sempre, e tem das personagens que mais detesto de tão boas que são (12 macacos é o exemplo disso!!! Odeio mas odeio a personagem dele nesse filme).
Pus o Seven em primeiro e juro que continuo a não conseguir dizer se o prefiro ao fight club, são tão diferentes e tão bons que não dá para decidir! 
Se gostam de thrillers pesados este é o filme. Têm o Kevin Spacey como o vilão mais inteligente e sádico ( vá a par com o meu Hannibal, porque o Anthony Hopkins é o melhor de sempre) e tem o Morgan Freeman e o Brad Pitt como os detetives que o têm de apanhar. Nisto todos os crimes são maquiavelicamente pensados de forma a seguir os 7 pecados mortais. Mas, o melhor é mesmo o final, que para variar, é para lá do bom, como o Fincher nos habitou.


Já viram algum destes filmes? Qual é o vosso top 5 de filmes? Contem-me tudo!

1* é uma técnica de edição de vídeo onde há vários planos de duração breve (3 segundos ou menos) consecutivos. Este tipo de planos é usado para transmitir muita informação rapidamente, para demonstrar uma grande energia ou caos. 
Ex: https://www.youtube.com/watch?v=IIpTA0R0dLY

2* esta técnica é uma subdivisão da fast cutting e utiliza imagens ou ações com velocidade aumentada, acompanhada de efeitos sonoros, de forma a simular alguma ação.




26 comentários on "Top 5 - Filmes #1"
  1. Vi todos mas o meu preferido e o silêncio dos inocentes. Adoro adoro
    Excelente post.

    Beijinhos
    www.pirilamposemarte.com

    ResponderEliminar
  2. O 1º um dos meus favoritos! E o último! Os outros ainda não vi! E bom descanso!
    Beijinhos!
    PadaandLuda & Facebook & Twitter & Instagram

    ResponderEliminar
  3. É excelente a lista :) já vi todos e são muito bons, em especial o Fight Club, o Se7en e o Silêncio dos Inocentes. Não tenho um top 5 definido, é muito difícil eleger apenas 5, mas assim de cabeça, adoro o Pulp Fiction, Psycho, Inglourious Basterds, The Godfather ou Fight Club.

    Bitaites de um Madeirense

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada :)

      belas escolhas, o psycho e o godfather entram no meu top 10 :D

      beijinhos

      Eliminar
  4. que lista excelente1 adoro todos mas muito especialmente o requiem for a dream! embora cada vez que o revejo fico completamente de rastos emocionalmente. aquele final, em especial o da sarah dá cabo de mim, e visualmente, lindissimo!

    https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim! não é o filme mais fácil de ver! mas é visualmente lindíssimo, como dizes!

      beijinhos

      Eliminar
  5. Dos que partilhaste, só vi o Fight Club e caramba, que filme (já falei dele no blog também). Gostei muito do post, achei que fizeste uma escolha muito interessante!

    Beijinhos e bons posts,
    Bia do Bookaholic.

    ResponderEliminar
  6. Respostas
    1. não é vergonha nenhuma e ainda vais a tempo :D

      beijinhos

      Eliminar
  7. Oi Manu! O Silêncio dos Inocentes e Clube da Luta são ótimos filmes!!! Os outros ainda não assisti mas quero conferir Requiem for a dream que sempre ouço falar bem, adorei o top 5 ;)

    estante450.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vê sim que vale muito a pena! :)
      obrigada querida.

      beijinho

      Eliminar
  8. Do teu top 5 só não vi mesmo o Closer! O Fight Club também é um filme que adorei. Para ser sincera adorava rever todos, que já os vi há imensos anos! E vou sem dúvida adicionar o Closer à lista para ver <3
    Beijinhos, The Fancy Cats

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também tenho de os rever, principalmente o fight club e o requiem! :)

      beijinho querida

      Eliminar
  9. Confesso que acho que já assisti o 5), mas sou bem daquelas que acaba sempre por adormecer no ínicio ou a meuio dos filmes xD
    Apesar de não te achares boa a fazer sinopses, gostei do post :)

    *XoXo
    Helena Primeira
    Helena Primeira Youtube
    Primeira Panos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sofro do mesmo mal, há filmes em que vejo em 3 vezes! :X

      obrigada :)

      beijinhos

      Eliminar
  10. Oi Manu, tudo bem?
    Esta corrido teu mês? O meu também guria, consegui aparecer no blog só agora no finalzinho de Julho. Mas faz parte né.

    Sobre o teu TOP 5, eu conheço só o primeiro, silencio dos inocentes, filme muuuuito bom, eu e minha namorada ja assistimos diversas vezes hahaha

    adorei teu post, ficou muito bom, mesmo nao sabendo muito bem escrever sinopses kkkk
    Beijos

    www.20-primaveras.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada minha querida, ainda que que gostaste :D

      beijinhos

      Eliminar
  11. Os dois primeiros também fazem, sem dúvida, parte dos meus favs!

    19like.wordpress.com

    ResponderEliminar
  12. Nunca vi esses filmes, mas acho que vou tirar um dia para assistir pelo menos um da lista.
    Beijos!
    www.evocandoepifania.blogspot.com

    ResponderEliminar

Auto Post Signature

Auto Post  Signature